pt | es | en

Docomomo [Edição 03]

Diógenes Rebouças: Tempo, lugar e significado em dois projetos não construídos

Nivaldo Andrade

Resumo


Diógenes Rebouças (1914-1994) foi, indiscutivel- mente, o mais influente e prolífico arquiteto e ur- banista atuante na Bahia no século XX e o principal responsável pela difusão da arquitetura moderna no Estado. Considerando que a produção de Rebouças teve seu apogeu entre a segunda metade da década de 1940 e a primeira metade da década de 1960, este artigo se dedica a analisar dois projetos tardios, pouco conhecidos e não construídos, que foram desenvolvidos nos seus últimos dez anos de vida, ambos realizados em sítios históricos de Salvador: o estudo para um mercado de peixe na pequena es- planada em frente ao Forte de Santa Maria, no Porto da Barra, elaborado em 1986, para o mesmo sítio e com o mesmo programa e escala de outro projeto elaborado por ele quase 40 anos antes; e o estudo, até agora inédito, para a ampliação vertical do ce- mitério do Campo Santo, concebido entre 1993 e 1994 e desenvolvido em parceria com o arquiteto Lourenço do Prado Valladares.


Texto completo

PDF

desenvolvido por